Prefeito Cláudio encerra mandato deixando mais de 10 milhões em caixa
  • unnamed

    Foto: Leandro Mateus

    No início da tarde de sexta-feira (30), último dia útil do ano, a Secretaria Municipal da Fazenda concluiu os procedimentos contábeis pertinentes ao encerramento do atual mandato e entregou ao Prefeito Cláudio Martins o boletim de caixa contendo os extratos de todas as contas bancárias do Município.

    Conforme o documento, conferido e homologado pelo Tesoureiro do Município, a atual Administração encerra o mandato com saldo positivo superior a R$ 10.000.000,00 (dez milhões de reais), já descontados desse valor os restos a pagar processados, ou seja, trata-se de um valor líquido que pode ser integralmente utilizado pelo próximo governo na manutenção das despesas correntes e na realização de investimentos.

    Segundo o Prefeito Cláudio Martins o encerramento do mandato com o saldo financeiro líquido superior a R$ 10 milhões de reais coloca o Município de Jaguarão numa posição de destaque, uma vez que a realidade financeira enfrentada por grande parte das cidades brasileiras e Estados da Federação é totalmente oposta.

    Martins ressalta que, embora o Município também tenha sido atingido pela crise financeira,  durante sua gestão a prefeitura trabalhou aumentando e qualificando diversos serviços, estruturando o quadro de pessoal através de concurso público e realizando investimentos em todas as áreas, sem descuidar da responsabilidade de manter a saúde financeira do Município,  tendo inclusive aplicado recursos municipais para cobrir os sucessivos atrasos e, até mesmo, a falta de pagamento por parte do Governo do  Estado em relação a compromissos de sua competência, a fim de  garantir a prestação de serviços essenciais à população , como por exemplo o aporte de mais de R$ 2 milhões e meio de reais na Santa Casa ,somente nos últimos 2 anos, bem como o atendimento do transporte escolar para dezenas de estudantes matriculados na rede estadual.

    Ainda sobre o fato da atual Administração encerrar o mandato com significativa suficiência financeira e honrando os seus compromissos Martins faz uma reflexão acerca dos modelos de gestão adotados pelo Município e pelo Estado. “O governo do Rio Grande do Sul decretou calamidade financeira, parcelou o salário dos servidores de forma sistemática, anunciando inclusive o parcelamento do 13º salário em 12 vezes, numa postura de total desrespeito à legislação e ao funcionalismo, prejudicando milhares de famílias. Além disso, o governo Sartori apresentou um pacote de projetos de leis, que tramitou em regime de urgência, sem qualquer diálogo com a população e usando até mesmo de truculência para diminuir o papel do Estado, o que resultou na extinção de seis instituições e determinou a demissão de mais de 1000 pessoas, enquanto o Município de Jaguarão valorizou o funcionalismo público, reestruturando o quadro de pessoal sem  jamais atrasar o pagamento dos salários, tendo inclusive adiantado o 13º salário no presente exercício”.

    Por fim, Martins salientou que desde o início da sua gestão houve uma preocupação permanente de aplicar os recursos disponíveis para qualificar os serviços prestados à população, em todas as áreas, além de organizar e estruturar o Município para elaborar projetos que permitiram a maior captação de recursos da história de Jaguarão e possibilitaram a execução de grandes obras, que muito além de preparar a cidade para o futuro e melhorar a qualidade de vida das pessoas, geraram emprego e renda que beneficiaram muitas famílias. “ Ao mesmo tempo em que aplicamos um grande volume de recursos  nas mais diversas áreas ,trabalhamos de forma responsável e com um cuidado constante na gestão financeira, o que garante o cumprimento da legislação e possibilita que a futura gestão assuma com um saldo financeiro de mais de R$ 10 milhões, viabilizando a continuidade das obras e honrando os compromissos com o funcionalismo, como a reposição salarial e o pagamento em dia dos servidores, além de outras medidas e ações que, da mesma forma, priorizem e respeitem o povo de Jaguarão”.

EVENTOS
MARÇO 28

Qual vai ser?

O SICRED, em parceria com a Secretaria de

SABER MAIS