Jaguarão recebe I Mostra de Cultura Popular Afro-Gaúcha
  • Entre os dias 14 e 17 de setembro, Jaguarão irá receber a I Mostra de Cultura Popular Afro-Gaúcha, que realizará uma intensa programação cultural gratuita e aberta ao público, com o objetivo de resgatar a ancestralidade e valorizar a identidade e cultura negra no Rio Grande do Sul.

    Serão diversas atividades artísticas e formativas, como espetáculos de dança e música, exposições e intervenções de artes visuais, exibição de produções audiovisuais e realização de oficinas de moda, costumes, gastronomia e debates sobre tradições e saberes. A programação ocorrerá em escolas públicas municipais, Quilombo Madeira, Biblioteca Pública, Theatro Esperança, Clube Negro 24 de Agosto e Antigo Centro de Economia Informal.

    O projeto com realização da Imago Produtora, Instituto Sócio Cultural Afro-Sul Odomode e Patuá Comunicação Solidária foi contemplado com o Edital Pró-cultura FAC Regional, com financiamento da Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer. Em Jaguarão, o projeto conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Jaguarão e  Hotel Artisan.

    A Mostra será ponto de encontro das expressões da cultura negra gaúcha, lançado um olhar sobre parte da imensa produção cultural do negro no Rio Grande do Sul. “Queremos referenciar, estimular e divulgar a produção material e imaterial da cultura popular afro-gaúcha, bem como apoiar o seu desenvolvimento, fomentando o incremento e o fortalecimento do ensino e da pesquisa na área da cultura popular”, explica a coordenadora da mostra Luana Gonzalez Khodjaoghlanian, da Imago Produtora, uma dos realizadoras do evento. O evento reunirá alunos da rede municipal, comunidade quilombola e demais interessados.

    A programação envolve 18 grupos, artistas, pesquisadores e produtos culturais vindos de quatro municípios gaúchos. São eles: Afro-sul Odomodê; Alabê Oni; “Braziliano”; Carlos Alberto de Oliveira “Carlão”(in memoriam); Contramestre Guto e Africanamente Escola de Capoeira Angola; Eduardo Tamborero; Eduardo Tavares; Iosvaldyr Carvalho Bittencourt Junior; Luís Flávio “Trampo”; Maracatu Truvão; Maria Iara Deodoro; Marietti Fialho; Marina Rodrigues; Merli Leal Silva; Paulo Romeu Deodoro; Raquel da Silva; Richard Serraria; Restinga Crew; e Três Marias.

    Além de Jaguarão a Mostra também será realizada em Pelotas, entre os dias 16 e 19 de novembro. As duas cidades foram escolhidas em função de sua importância histórica para a resistência da comunidade negra.

    Fonte: Assessoria de Imprensa PMJ

     

    Quinta-feira (14/09)

    9h: Abertura da exposição de artes visuais

    Local: Sagão do Teatro Esperança

    Obras de Carlos Alberto de Oliveira “Carlão” e Raquel da Silva (Novo Hamburgo)

    *Aberta a visitação pública até o dia 17/9, nos horários de funcionamento do Theatro Esperança.

    9h: Oficina de Bonecas Abayomi

    Com Mara Lenise Chagas da Silva (Porto Alegre)

    Público: alunos da Rede Municial de Ensino

    Local: EMEF Marcílio Dias

     

    9h: Oficina de Percussão

    Com Paulo Romeu Deodoro (Porto Alegre)

    Público: alunos da Rede Municial de Ensino

    Local: EMEF Ceni Soares Dias

     

    9h: Oficina de Turbantes

    Com Marina Rodrigues (Porto Alegre)

    Público: alunos da Rede Municial de Ensino

    Local: EMEF Dr. Fernando Corrêa Ribas

     

    9h: Oficina Educomunicação Popular

    Com Dora Bragança Castagnino (Porto Alegre) e Merli Leal Silva (São Borja)

    Público: alunos da Rede Municial de Ensino

    Local: EMEF Antonio de Sampaio

     

    14h: Saberes Itinerantes no Qulombo Madeira

    Oficina de Comunicação Popular, Roda de Conversas e Percussão: Ancestralidade, reconhecimento e transmissão de saberes; obras de Raquel da Silva.

    Com Maria Iara Deodoro e Paulo Romeu Deodoro, Merli Leal Silva e Dora Bragança Castagnino

    Público: Moradores do Quilombo Madeira

    Local: Quilombo Madeira

     

    19h30: Mostra Audiovisual Comentada

    Exibição dos documentários Melanina e Memórias Expostas e debate com mediação da Educadora Merli Leal Silva e do cineasta Alexandre Derlam dos Santos.

    Público: aberto á comunidade

    Local: Biblioteca Pública de Jaguarão

     

    ///SEXTA-FEIRA (15/9)\\\

    9h: Oficina de Bonecas Abayomi

    Com Mara Lenise Chagas da Silva (Porto Alegre)

    Público: alunos da Rede Municial de Ensino

    Local: EMEF Marcílio Dias

     

    9h: Oficina de Percussão

    Com Paulo Romeu Deodoro (Porto Alegre)

    Público: alunos da Rede Municial de Ensino

    Local: EMEF Ceni Soares Dias

     

    9h: Oficina de Turbantes

    Com Marina Rodrigues (Porto Alegre)

    Público: alunos da Rede Municial de Ensino

    Local: EMEF Dr. Fernando Corrêa Ribas

     

    9h: Oficina Educomunicação Popular

    Com Dora Bragança Castagnino (Porto Alegre) e Merli Leal Silva (São Borja)

    Público: alunos da Rede Municial de Ensino

    Local: EMEF Antonio de Sampaio

     

    15h: Sarau Literário

    Com Richard Serraria (Porto Alegre)

    Público: Aberto à comunidade

    Local: Biblioteca Pública de Jaguarão

     

    17h: Sarauzinho para Crianças / Histórias de Orixás

    Com Merli Leal Silva

    Público: Aberto à comunidade

    Local: Biblioteca Pública de Jaguarão

     

    19h: Apresentações Musicais Alabê Oni e Três Marias (Porto Alegre)

    Público: Aberto à comunidade

    Local: Theatro Esperança

     

    ///SÁBADO (16/9)\\\

    9h: Palestra sobre Ações Afirmativas

    Com Merli Silva

    Público: Professores da rede Pública de Ensino e demais interessados

    Local: Auditório da Biblioteca Pública de Jaguarão

     

    10h: Abertura da Exposição fotográfica de Eduardo Tavares “Invisível Gaúcho Negro”

    Com Eduardo Tavares (Porto Alegre)

    *Aberta a visitação pública até o dia 17/9, nos horários de funcionamento do Theatro Esperança.

    Local: Saguão do Theatro Esperança

     

    10h: Palestra e Almoço Culinária Afro-Brasileira

    Com Maria Iara Deodoro (Porto Alegre)

    Público: vagas limitadas, mediante a retirada prévia de senhas no local, a partir do dia 15/9

    Local: Clube Social Negro 24 de Agosto

     

    14h: Palestra Turbante, Cabelo e Maquiagem

    Com Marina Rodrigues (Porto Alegre)

    Público: aberto à comunidade

    Local: Clube Social Negro 24 de Agosto

     

    15h30: Desfile Moda Afro – AfroSul Odomodê

    Local: Clube Social Negro 24 de Agosto

     

    17h: Debate “A Cultura, as manifestações e a produção cultural do negro no RS – Contexto Histórico e Atualidade”

    Com Iosvaldyr Carvalho Bittencourt Junior, Merli Leal Silva, Eduardo Tavares e Giane Vargas Escobar.

    Público: aberto à comunidade

    Local: Clube Social Negro 24 de Agosto

     

    17h: Workshop de Danças de Rua

    Com Restinga Crew

    Público: aberto à comunidade

    Local: Theatro esperança

     

    18h30: Apresentações de danças de rua

    Com Restinga Crew

    Público: aberto à comunidade

    Local: Theatro esperança

     

    20h: Apresentação Musical: Margaretti Fialho e Companhia Luxuosa

    Público: aberto à comunidade

    Local: Theatro esperança

     

    ///DOMINGO (17/9)\\\

    Das 9h às 16h: Intervenção artística com grafitti

    Contribuição permanente da Mostra para Jaguarão com Braziliano (Santa Maria) e Trampo (Porto Alegre)

    Público: Aberto à comunidade

    Local: Antigo Centro de Economia Informal

    10h: Aulão de danças Afro-brasileiras

    Público: Aberto à comunidade

    Local: Antigo Centro de Economia Informal

     

    10h: Oficina de Percussão

    Com Paulo Romeu Deodoro

    Público: Aberto à comunidade. Os interessados podem levar seus próprios instrumentos para participar

    Local: Antigo Centro de Economia Informal

     

    11h: Roda de Capoeira Angola e Samba de Roda

    Com Contra Mestre Guto – Ponto de Cultura Africanamente (Porto Alegre)

    Público: Aberto à comunidade.

    Local: Antigo Centro de Economia Informal

     

    14h30: Apresentação de Dança – Maracatu Truvão

    Público: Aberto à comunidade.

    Local: Antigo Centro de Economia Informal

     

    16h: Encerramento da intervenção artística com graffiti

    Contribuição permanente da Mostra para Jaguarão com Braziliano (Santa Maria) e Trampo (Porto Alegre)

    Público: Aberto à comunidade

    Local: Antigo Centro de Economia Informal

     

    18h: Espetáculo Cênico: “O Feminino Sagrado – um olhar descendente da mitologia africana”

    Com Instituto Social AfroSul Odomodê

    Local: Theatro Esperança

    *Após o espetáculo, o público sairá em cortejo pelas ruas da cidade

EVENTOS
MARÇO 28

Qual vai ser?

O SICRED, em parceria com a Secretaria de

SABER MAIS